Renovação Carismática Católica da Arquidiocese de Sorocaba promove 3º Retiro de Formação “RCC uma graça para a Igreja”

Nos dias 27 e 28 de agosto, na Casa de Retiros Sagrada Família Sorocaba-SP, aconteceu o Terceiro Retiro de Formação para coordenadores, secretários e servos, com o tema “RCC uma graça para a Igreja”, reunindo cerca de 800 pessoas.

O Encontro iniciou-se com o Santo  Terço e momentos de oração conduzido por Richardson Oliveira (atual coordenador do ministério de formação da Arquidiocese. 

O primeiro ensino com tema “O chamado e envio do coordenador”, tendo como pregador Donizete Junior da Diocese de Osasco, ele nos passou sobre a benção e importância da coordenação , de que é importante que entendamos que os planos de Deus são maiores que o nosso, e aceitar o chamado, pois essa é uma tarefa que próprio Senhor que nos chamou, afinal quem nos chama para pregar o evangelho e buscar mais discípulos é unicamente Deus e Ele dará a forca e  discernimento para para cumprir essa missão . A partir do sim , o coordenador é revestido por uma graça de estado que permite uma visão ampla de tudo ao seu redor, e esse deve ser o rosto e memória de Pentecostes para o mundo, em uma vida de santidade.

O segundo ensino abordou o tema “O carisma do pastoreio”, também ministrado pelo Donizete, qual evidenciou a importância do coordenador  sempre colocar suas ovelhas como prioridade, cuida-las assim como o bom pastor, não deixando nenhuma para trás e passando firmemente pelas tempestades em unidade com o Senhor. E que o servo pastoreio  deve possuir características como um coração puro , viver com alegria, doar-se, ter discernimento, planejar estratégias para formar discípulos e traze-los para a unidade do corpo de Cristo.

 

 

 

 

O terceiro ensinamento , com o tema “Uma visão eclesial”, teve como pregador Marcos Pinheiro de Vargem Grande Paulista, foi abordado sobre a hierarquia da Igreja, da visão mundial até afunilar para a região. Marcos mencionou que o primeiro membro da Igreja foi Jesus Cristo, por isso o corpo não perece, pois a cabeça é o própio Senhor. De que o Grupo de Oração  é a maior expressão da RCC dentro da Igreja, de que deve ser importante que qualquer ministério em que servimos, pois é justamente o grupo que nos permite servir.

O sábado encerrou-se com um momento de oração, onde Jesus tocou muitos corações, abrindo-os para o chamado e encorajando-os a aceitar o convite do Senhor.

No domingo, foi iniciado com o Santo Terço, e com momento de oração conduzido por Adriana Soares da Cidade de Piedade.

O quarto ensinamento teve  como tema “História da RCC: testemunhas do fogo de Pentecostes”, passado por Marcos Pinheiro. Que nos mostrou que nossa espiritualidade deve ser o batismo no Espirito Santo, queremos e precisamos ser apóstolos da efusão do Espirito Santo.  De acordo com oque foi passado por Marcos , até o ano de 2017, cerca de 100 milhões de pessoas já tiveram alguma experiência com a RCC, mas isso representa apenas 1,3% da população mundial , que devemos ampliar nossa visão, defender nossa espiritualidade, assumirmos nossos postos , deixando-nos conduzir pelo Espirito Santo.

“Conselhos da RCC”, foi o tema do quinto ensino, que nos trás que a estrutura deve estar á serviço do movimento,  se não vira obrigação e isto não deve acontecer, pois devemos ser livres e testemunhar o agir do Espirito Santo em nossas vidas.

Em seguida, aconteceu a Santa Missa presidida  pelo Padre Kojak, que em sua homilia disse que não temos que ter medo algum, pois nossa forca está em Jesus de Nazaré, e que somos revestidos do amor dEle.   

 

 

 

 

O  sexto ensino foi dado por Marcos Silva, da Diocese de Cotia, e foi seguido de um momento de oração onde nos foi questionado como está o nosso grupo de oração. O ensino foi sobre o carisma de administrar, que é uma ação inspirada em parceria com o Espirito Santo para planejar, organizar e dirigir, para isso devemos ter duas atitudes essenciais: escutar e obedecer o Senhor.

E para finalizar o terceiro módulo de formação, tivemos o sétimo ensino com o tema “Vida de santidade do líder”, a santidade como finalidade da obra do Jesus, é o caminho em que o servo é chamado a andar,  e para chegar a essa finalidade é preciso exercer as virtudes, ter oração pessoal, ler a palavra de Deus e ter os sacramentos da Igreja, assim elevamos nossas almas a Deus.

Fica em nossos corações a certeza de um fim de semana, carregado de aprendizado e emoções, com um doce desejo de espera pela próxima formação, momento no qual fortaleceremos ainda mais nossa fé e ampliaremos nosso conhecimento.

 

CONFIRA AS FOTOS

ACESSE NOSSA  PÁGINA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *